Skip to content

O Círculo

Empowering Communities

A vida no bairro da Cova da Moura, na Amadora, é retratada em seis documentários realizados por moradores que serão exibidos a 24 de Janeiro na FNAC Colombo, em Lisboa, disse hoje fonte ligada à iniciativa.

A ideia partiu de um “workshop” de televisão organizado em Outubro pela produtora Até ao Fim do Mundo na Cova da Moura, com o objectivo de dar a conhecer outras facetas do bairro, distintas do seu lado problemático, através do olhar e da sensibilidade de quem lá mora.

Os participantes, com idades entre os 20 e os 30 anos, em média, organizaram-se em seis grupos, cinco de rapazes e um de raparigas, e, depois das aulas, foi-lhes cedida uma câmara para filmarem o seu dia-a-dia, da família ou dos amigos.

“Os filmes são curtos, mas muito interessantes, quer pelos temas propostos quer pelo talento revelado pelos autores, tanto na captação de imagens como nas entrevistas”, disse à Lusa a coordenadora do workshop, Sara Gomes.

As temáticas abordadas

Um dos documentários, “mais alternativo” na perspectiva de Sara Gomes, é sobre o dia-a-dia das mães do bairro, com a saída das mulheres de casa para o trabalho, ao amanhecer.

Há também um filme sobre o “hip-hop” que se faz no bairro, com entrevistas a bandas desse género de música. Dele ressalta a utilização do hip-hop como “arma de intervenção, arma de esperança” e a polémica sobre o uso do crioulo ou do português nas canções.

Cada documentário será apresentado pelos seus autores, seguindo-se à projecção um concerto com bandas de “hip-hop”.

Fonte: Público

Advertisements

%d bloggers like this: