Skip to content

O Círculo

Empowering Communities

Mudar a forma como são vistas as pessoas com doença mental é objectivo de uma campanha em que colaboram Rui Veloso e Zé Pedro, dos Xutos&Pontapés.

A Encontrar-se – Associação de Apoio às Pessoas com Perturbação Mental Grave está a lançar uma campanha com o objectivo de promover a reabilitação psicossocial dos doentes mentais e alertar para a necessidade de uma mudança de mentalidades na forma como a sociedade trata estes doentes.

O projecto incluí o lançamento de uma «música para a saúde mental», que conta com a colaboração de cerca de 20 artistas nacionais, entre eles os músicos Zé Pedro (Xutos&Pontapés) e Rui Veloso.

«Está mais do que provado que as pessoas que sofrem de uma doença mental grave, como a esquizofrenia e a depressão, têm dificuldades em se inserir na comunidade » , sustenta a psicóloga Maria Luísa Vieira de Campos, dirigente da Associação Encontrar-se. «As pessoas praticamente não falam com estes doentes», acrescenta aquela responsável.

Alguns destes utentes não têm amigos, vão ao café sozinhos e são  olhados de lado logo que as pessoas se apercebem da situação.

A importância de combater o estigma é também sublinhada pelo presidente da Sociedade Portuguesa de Psiquiatria e Saúde Mental, Adriano Vaz Serra, uma vez que estes «são lesados nos seus direitos humanos, na maioria dos países», tanto a nível profissional, social ou económico, vendo, por exemplo, «ser-lhes recusado crédito à habitação».

A  Encontrar-se, instituição particular de solidariedade social de utilidade pública sem fins lucrativos, comemora o seu primeiro ano de existência e luta agora por encontrar um espaço próprio, onde possa apoiar doentes e familiares.

Fonte: SOL

Advertisements

%d bloggers like this: