Skip to content

O Círculo

Empowering Communities

No Dia Mundial da Alimentação, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, afirmou ser “inaceitável” que hoje 854 milhões de pessoas sofram de fome crónica, num “mundo de abundância”.

“O mundo possui os recursos, os conhecimentos e os instrumentos necessários para fazer do direito à alimentação uma realidade para todos”, afirmou o alto responsável, em comunicado.

Ban Ki-moon diz ser obrigatório “reconhecer o papel dos direitos humanos na erradicação da fome e da pobreza e a relação entre desenvolvimento, direitos humanos e segurança”.

Reconhecendo que “a erradicação da fome avança lentamente”, o secretário-geral da ONU considera ser necessário “fazer muito mais para que a integridade e os direitos de cada ser humano estejam no centro dos esforços” de todos.

A solução apontada por Ban Ki-moon passa por complementar as acções em curso com uma “intensificação das medidas que visam garantir a participação e o empoderamento, a responsabilização e a transparência, a dignidade humana e o primado do direito”.

Num apelo à união de forças, o secretário-geral lembrou ainda os esforços desenvolvidos na Cimeira Mundial da Alimentação, na Declaração do Milénio e da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO).

fonte: Público

Advertisements

%d bloggers like this: