Skip to content

O Círculo

Empowering Communities

A floresta de Sherwood, imortalizada pelas aventuras de Robin dos Bosques, está a perder os seus carvalhos centenários, a um ritmo de cinco por ano, quando dantes costumava ser de um por ano. Um plano de emergência quer plantar 250 mil novas árvores.

Cálculos citados hoje pelo jornal britânico “The Guardian” revelam que, dentro de 50 anos, a maior mancha de carvalhos antigos da Europa (no condado de East Midlands) – muitos com mil anos ou mais – deixará de existir.

Este ano caíram quatro carvalhos nas tempestades de Janeiro, outros dois foram destruídos pelos incêndios e um outro foi atingido por um raio.

Desde a época Vitoriana, as lendas dos fora-da-lei levaram milhares de turistas até à floresta de Sherwood.

Para além da simpatia por Robin dos Bosques, esta é uma floresta de importância científica internacional, que alberga muitas espécies, incluindo de abelhas, únicas no mundo. Mas, durante mais de mil anos, foi a interacção do Homem com a Natureza que criou um ambiente único.

Fonte: Público

Advertisements

%d bloggers like this: