Skip to content

O Círculo

Empowering Communities

O número de pessoas com mais de 75 anos deverá aumentar, entre 2001 e 2030, cerca de 44 por cento, revelou hoje Maria de Lurdes Quaresma, investigadora em gerontologia social.

Segundo esta investigadora, que terça-feira vai apresentar, no Porto, o retrato social dos idosos em Portugal e na Europa, no decorrer da conferência internacional Pensar Pragmático – Agir Positivo, o nosso país irá assistir a um aumento do número de pessoas a viver sós, em especial as muito idosas, sendo a viuvez a situação mais representada.

Dados hoje disponibilizados à Lusa por Maria de Lurdes Quaresma apontam que, em 1990, existiam em Portugal 2,2 milhões pensionistas, prevendo-se que em 2030 o número ronde os 3,4 milhões.

Em relação à população activa, no mesmo ano rondava os 4,1 milhões de pessoas, admitindo-se que em 2030, o número atinja os 4,8 milhões.

A investigadora defendeu que as pessoas com mais de 50 anos representam «uma reserva de recursos em capacidades e potencialidades» que obrigam à criação de «novas oportunidades de desempenho de actividades socialmente úteis».

Lurdes Quaresma apontou o exemplo de países como o Japão e do Norte da Europa e América onde o trabalho em part-time e o auto-emprego, entre os homens dos 60-64 anos, assume uma «expressão significativa».

«Empreendorismo sénior – O potencial económico das pessoas idosas» será um dos temas a abordar na conferência de terça-feira por Laurie South, responsável por uma instituição inglesa que funciona – como uma espécie de instituto de emprego – destinada a maiores de 50 anos.

O mesmo tema será também abordado pelo director-geral da Sénior Agency, a primeira rede mundial de marketing e publicidade especializada em seniores e pessoas com mais de 45/50 anos.

Benoît Goblot vai defender que «ignorar o poder de compra dos seniores é um erro que pode sair caro às empresas».

Segundo este especialista em marketing para pessoas com mais de 50 anos de idade, «muitas vezes é por desconhecerem as necessidades e a cultura das pessoas idosas que os profissionais preferem dirigir-se aos jovens ou às famílias».

A Sénior Agency foi criada, em Paris, em 1995, tendo actualmente delegações em várias capitais da Europa, na Austrália e na Nova Zelândia.

Esta rede será apresentada, também terça-feira, no decorrer da conferência, seguindo-se um workshop orientado por Benoît Goblot para profissionais de comunicação e marketing que pretendam compreender a diversidade dos seniores e aprender estratégias para conquistar as gerações com mais de 50 anos.

A conferência Pensar Positivo & Agir Pragmático está integrada na Semana Internacional de Intercâmbio Geração 50+, que inclui também um concurso de arte e uma reunião interactiva destinada à apresentação de trabalhos académicos, projectos, iniciativas e produtos ou serviços inovadores para idosos.

A semana é organizada pela Associação Vida, Associação Saber Viver e Rede Europeia Anti-Pobreza do Porto com o objectivo de criar diferentes espaços de intercâmbio, reflexão e exposição sobre temas de interesse para a população com mais de 50 anos e para os profissionais da área.

Lusa / SOL

Advertisements

%d bloggers like this: