Skip to content

O Círculo

Empowering Communities

A III Bienal de Artes de Coruche abre hoje portas no Museu Municipal local, expondo 72 obras de cerca 40 artistas plásticos que concorrem a um Grande Prémio, no valor de 3.500 euros. A exposição pode ser visitada até ao dia 21 deste mês.

A Bienal contou este ano com uma participação recorde, um total de 543 obras de cerca de 300 artistas, mas uma “maior selectividade” levou à escolha de apenas 72, disse à agência Lusa o comissário da exposição, arquitecto Carlos Janeiro.

Quando a exposição abrir, às 18:00, serão anunciados os vencedores escolhidos por um júri que integra o comissário da exposição, um representante do Museu Municipal de Coruche, outro da Câmara Municipal e duas pessoas da área. Este ano o artista plástico Pedro Casqueiro e o coleccionador de arte Rui de Brito foram os convidados.

A obra premiada ficará na posse da entidade patrocinadora, este ano o BES, que pide decidir ficar com a peça ou doá-la ao museu. São ainda atribuídas três menções honrosas, com prémios que rondam os 250 euros.

A sessão de abertura contará com a animação “interactiva” dos Las Guitarras Loucas, estando ainda agendado para dia 6 um recital de Caio Pagano e para dia 20 duas pequenas performances teatrais, “Retrato” e “Bocage na Taberna do Parra”, sempre às 18:00.

No fim-de-semana de 12 a 14, Coruche vai acolher a sua Feira do Livro e o Festival de Gastronomia e um concerto, na sexta-feira, com Jorge Palma, numa iniciativa da autarquia que é associada à Bienal.

Fonte: Público

Advertisements

%d bloggers like this: