Skip to content

O Círculo

Empowering Communities

As pessoas que sofrem de doença bipolar sofrem de uma rápida diminuição do tamanho do cérebro, descobriram investigadores da Universidade de Edimburgo, na Escócia.

Pela primeira vez, o estudo demonstra que a doença bipolar, caracterizada por períodos de depressão e períodos de mania, está associada à diminuição de tecido cerebral, sendo que a alteração vai piorando sempre que existe uma crise.

A descoberta comprova concentração de perda de massa cinzenta em zonas do cérebro responsáveis pelo controlo da memória, reconhecimento facial e coordenação.

«Esta descoberta tem implicações não só na forma como pesquisamos a doença, mas também como será tratada. Pela primeira vez, demonstrámos que, à medida que as pessoas com doença bipolar vão envelhecendo, perdem-se pequenas parcelas do cérebro associadas à memória e coordenação de pensamentos e acções. A quantidade de tecido cerebral que se perde é maior em pessoas com múltiplos episódios da doença e está associada ao declínio de algumas áreas da capacidade mental», explica Andrew McIntosh, líder do estudo.

Poderá aceder à notícia publicada no site da Universidade de Edimburgo, clicando aqui.

Advertisements

%d bloggers like this: