Skip to content

O Círculo

Empowering Communities

São 27 minutos sobre a criação e manutenção de ecossistemas artificiais

O primeiro documentário inteiramente filmado em Portugal para o canal por cabo da National Geographic, A Criar Natureza: Oceanário de Lisboa, estreia no próximo dia 29, às 21.00, e foi apresentado ontem no aquário de Lisboa. A complexa operação de reintrodução de uma manta que vivia no Oceanário de Lisboa, em Abril deste ano, no seu habitat natural, deu o mote para 27 minutos sobre a criação e manutenção de ecossistemas artificiais.

“Tinha um metro e sessenta de envergadura quando foi capturada, em 2002”, explicou João Falcato, administrador-delegado do Oceanário, “mas aquilo que não sabíamos era que crescia tão depressa”. Em poucos anos, a “estrela” do tanque central duplicou de tamanho, levando o aquário a ter de optar pela sua libertação. Depois de um ano e meio de planeamento, que incluiu visitas ao Monterey Bay Aquarium, no estado americano da Califórnia, os técnicos do Oceanário de Lisboa conseguiram devolver o animal ao oceano. A Manta birostris regressou ao seu habitat natural ao largo do cabo Espichel, local de passagem desta espécie. O processo, que envolveu uma complexa logística de meios e recursos, foi acompanhado a par e passo pelo National Geographic Channel que, depois da estreia no canal português, pretende difundir internacionalmente o documentário.

A Ecopilhas custeou os 145 mil euros de produção do documentário. “É resultado da vontade de transmitir princípios que levem as pessoas a alterar os seus comportamentos”, referiu o director, Eurico Cordeiro, sublinhado a importância das preocupações ambientais.

A Criar Natureza: Oceanário de Lisboa tem reposição a 5 de Agosto (15.00) e a 28 de Agosto (22.00).

fonte: DN

Advertisements

%d bloggers like this: