Skip to content

O Círculo

Empowering Communities

O software de imagens tridimensionais do planeta Terra do Google está a ser utilizado por cada vez mais organizações não governamentais (ONG) sem fins lucrativos para alertar a população mundial para as suas causas. Casos de massacres de povoações ou desflorestação estão a ser mostrados e divulgados com base nas imagens divulgadas pelo Google Earth.

O exemplo mais recente é a da Appalachian Voices, organização que tem lutado contra a destruição das montanhas Apalaches nos EUA.

Esta ONG tem vindo a utilizar o programa do Google para mostrar como as companhias mineiras estão a destruir o aglomerado montanhoso que se estende por quatro estado norte-americanos.

Em declarações ao site Cnet News, a directora executiva da Appalachian Voices, Mary Ann Hitt, refere que a indústria mineira está a explodir o topo das montanhas para obter carvão mais de forma mais barata e fácil, o que leva ao surgimento de zonas devastadas perto do local das explosões.

Com o Google Earth a organização criou um «memorial nacional» virtual que apresenta imagens e informações das montanhas que foram devastadas e sobre o modo como foram destruídas.

A responsável considera que «isto revolucionou a nossa maneira de pensar», pois «é-nos dada a possibilidade de mostrar as montanhas que apenas nos eram mostradas pelos Media ou por entidades governamentais».

«É uma audiência de 200 milhões de pessoas» conclui Mary Ann Hitt, referindo o número de pessoas que efectuaram o download e instalaram o software.

Este é apenas um dos exemplos de ONG que utilizam programas deste tipo para as suas causas, que também já começa a ser utilizado por entidades governamentais para mapear índices de criminalidade ou poluição.

É esta razão que leva a engenheira do Google, Rebecca Moore, a afirmar que «nos próximos anos vamos ter imagens interessantes no Google Earth que vão ajudar a mostrar às pessoas os efeitos das alterações climáticas».

Outras causas que já utilizaram o software incluem a o genocídio do Darfur, no Sudão ou o desaparecimento de espécies animais.

Fonte: Sol

Advertisements

%d bloggers like this: