Skip to content

O Círculo

Empowering Communities

As crianças cujas mães fumam durante a gravidez têm nove vezes mais probabilidades de desenvolverem Transtorno de Défice de Atenção e Hiperactividade (TDAH), avança o jornal britânico “The Guardian”.

Os sintomas deste transtorno manifestam-se bastante cedo. Um estudo recente nos Estados Unidos indica que 3,3 por cento das crianças com menos de dez anos sofrem de TDAH.

O estudo baseou-se na análise de cinco mil famílias norte-americanas, com crianças e jovens com idades compreendidas entre os sete e os 18 anos.

A equipa de cientistas concluiu que 75 por cento das mulheres fumaram durante toda a gravidez e que o aumento do risco de TDAH foi mais significativo nas crianças com mães fumadoras.

“Quando os factores genéticos são associados à exposição pré-natal ao tabaco, o risco de desenvolvimento do TDAH é mais elevado”, disse ao “The Guardian” Rosalind Neuman, uma das autoras do estudo, que será publicado em Junho na revista científica “Biological Psychiatry”.

Fonte: Público

Advertisements

%d bloggers like this: