Skip to content

O Círculo

Empowering Communities

Os bebés com menos de seis meses conseguem distinguir um idioma de outro apenas pela observação dos movimentos faciais, revela uma investigação da Universidade de Barcelona publicada na revista cientifica “Science”.

Os investigadores mostraram a um grupo de 36 bebés vídeos sem som de adultos bilingues a pronunciar frases em inglês e em francês, com uma duração máxima de 16 segundos.

Foram comparados os bebés que vivem numa família unilingue com os que têm familiares bilingues e concluiu-se que, entre os quatro e os seis meses, todos conseguem distinguir as duas línguas apenas com estímulos visuais.

De acordo com os cientistas, nos primeiros meses de vida, os bebés “são capazes de distinguir caras que falam em francês ou em inglês”, disse Nuria Sebastian, uma das autoras do estudo, feito em colaboração com a Universidade da Columbia Britânica, no Canadá.

Os investigadores notaram que a partir dos oito meses os bebés tendem a perder esta habilidade. Para os bebés que vivem em ambientes bilingues, a capacidade é mantida até aos 12 meses.

Os peritos explicam que os bebés de famílias unilingues deixam de ter aptidão de distinguir línguas através dos movimentos faciais porque não necessitam dessa capacidade.

Assim, esta capacidade inata só se mantém quando os bebés estão a aprender a língua materna — quando a criança se define por uma determinada língua deixa de prestar atenção aos elementos alheios.

Vários estudos tinham anteriormente demonstrado que os bebés conseguem distinguir diferentes línguas pelo som, mas até agora nunca se tinha analisado o papel dos estímulos visuais no processo de aprendizagem e aquisição de linguagem.

Durante o estudo, os cientistas mostraram aos bebés vários vídeos mudos nos quais os interlocutores recitavam frases do conto “O Principezinho”, de Saint Exupéry, em francês e em inglês.

Foi utilizado um procedimento de habituação, no qual inicialmente todos os vídeos começavam com determinada língua. O tempo de atenção das crianças ao ecrã foi medido para se determinar se as crianças percebiam quando o idioma era alterado.

Advertisements

%d bloggers like this: