Skip to content

O Círculo

Empowering Communities

O Pavilhão Rosa Mota recebe pela última vez, a partir do dia 24, a Feira do Livro do Porto. A necessidade de obras urgentes no local está na origem de uma decisão que obriga os organizadores – a Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL) – a encontrar alternativas para os próximos meses.

A Baixa do Porto é a solução preferida da autarquia, mas não colhe consenso entre os editores. Vice-presidente da APEL, Francisco Madruga não descarta a possibilidade, embora adiante que a “mudança obriga a um investimento de centenas de milhares na aquisição de mobiliário próprio”. Com o edifício da Alfândega fora das possibilidades económicas da organização – o aluguer custa 100 mil euros -, a propalada transferência para Gaia ganha cada vez mais peso. Francisco Madruga reconhece a existência de “conversas mantidas nos últimos meses com o presidente da Câmara de Gaia”, mas prefere estender a solução a outros municípios. “Estamos disponíveis para todos os cenários. As autarquias do Grande Porto terão uma palavra a dizer”, afirmou.

Apesar da diminuição do número de stands, as editoras representadas no certame vão estar em maior número – são 150 no total -, o que se explica pelo recurso cada vez mais frequente aos expositores partilhados.

A 77.ª edição do certame vai ser marcada ainda pela introdução de descontos livres a todos os títulos com mais de 18 meses de publicação. A venda de livros estrangeiros é outra das novidades.

Graça Moura em destaque

Poeta, tradutor e romancista, Vasco Graça Moura será o autor em destaque na feira deste ano, depois de, em anos recentes, idêntica homenagem ter sido feita a Agustina Bessa-Luís, Oscar Lopes, Eugénio de Andrade e Mário Cláudio. A sessão está marcada para 9 de Junho e conta com a presença de, entre outros, José Manuel Mendes e Gil Moreira dos Santos

A condecoração a Mário Cláudio pelo Governo francês (dia 31) e a maratona de tunas académicas (dia 25) são outras das principais apostas da organização, que reforçou ainda a programação infantil, cujo apogeu tem lugar a 1 de Junho, Dia Mundial da Criança.

Advertisements

%d bloggers like this: