Skip to content

O Círculo

Empowering Communities

Nos últimos anos, os avanços da Ciência revelaram que o RNA – uma molécula que existe em todas as células – tem um papel preponderante no organismo humano, na medida em que, na sequência de descobertas recentes, pode ser a chave, daqui a uns anos, para a cura de algumas doenças genéticas, incluindo o cancro.

Em Setembro de 2006, o nome de Cecília Arraiano e Maria Arménia Carrondo, duas investigadoras portuguesas do Instituto de Tecnologia Química e Biológica (ITQB) da Universidade Nova de Lisboa, saltou para as bocas do mundo e agitou a comunidade científica internacional, depois de ambas terem descoberto, ao fim de anos de trabalho conjunto, uma enzima destruidora deste tipo de molécula – o RNA – e publicado a descoberta na prestigiada revista britânica ‘Nature’.

Agora, Cecília Arraiano e Arsénio Fialho acabam de publicar ‘O Mundo do RNA’ (edições Lidel), o primeiro livro em português que aborda estas matérias.

Entre risos, a investigadora comenta para o CM: “É curioso que o livro saia agora, muito depois do nosso estudo ser publicado na ‘Nature’ porque este trabalho começou a ser delineado em 2005, pela Sociedade Portuguesa de Genética, da qual fazia parte na altura.”

Para a bióloga, uma das dificuldades do livro foi traduzir conceitos que até agora apenas existiam na língua inglesa: “Foi difícil chegarmos a um consenso mas optámos também por deixar sempre o nome técnico na língua original.”

Ao mesmo tempo, um dos pontos-chave desta leitura é a acessibilidade: “Este manual é dedicado a alunos, professores do Secundário e das universidades, investigadores e a qualquer pessoa que tenha estudado Biologia e seja curiosa sobre estes temas.”

Os contributos de ‘O Mundo do RNA’ são exclusivamente de investigadores de universidades portuguesas. “Temos especialistas do Minho ao Algarve”, diz Cecília Arraiano.

Para facilitar a leitura, ‘O Mundo do RNA’ – que custa entre 17 e 19 euros – está dividido em três partes. “Logo na primeira parte, fazemos a síntese do RNA e do vírus do RNA. Há vários vírus associados a esta molécula e é preciso desmontá-los”, diz a coordenadora.

A segunda parte é dedicada aos “factores pós-transcricionais” e, a terminar, são abordadas as “novas tecnologias na área do RNA”.

Depois de ter visto o seu trabalho reconhecido pela comunidade científica internacional, Cecília Arraiano foi convidada para várias palestras e conferências na Europa e nos Estados Unidos. “Recentemente, fui convidada para ser membro do conselho editorial e de revisão da ‘Federation of European Microbiology Society’”.

Cecília Arraiano conta que o que mais lhe custou até hoje foi ter de decidir se um artigo de um cientista internacional era, ou não, publicado na ‘Nature’.

“A decisão do júri dava um empate. Era preciso alguém para desempatar e fui abordada nesse sentido. Foi extremamente difícil para mim decidir, a responsabilidade era muito grande e no final, acabei por dar um voto contra”, desabafa a cientista portuguesa.

PERFIL

Cecília Arraiano nasceu em Lisboa há 47 anos. Aos 16, apaixonou-se pela Biologia, curso que abraçou com afinco. Doutorou-se em Genética nos Estados Unidos, onde conheceu o marido. É investigadora e directora do Laboratório de Controlo da Expressão Genética do ITQB. Tem dois filhos, com 12 e 9 anos.

“É UMA ESPÉCIE DE IRMÃ POBRE DO DNA”

“O RNA é uma molécula que existe em todas as células, mas era uma espécie de irmã pobre do DNA porque durante anos os investigadores olhavam para o RNA apenas como veículo de transmissão”, diz ao CM Arsénio Fialho, co-coordenador de ‘O Mundo do RNA’, que ontem foi lançado na Biblioteca Municipal de Oeiras.

Arsénio Fialho é natural de Moura e tem 42 anos. Biólogo de formação, doutorou-se nos Estados Unidos e actualmente é professor associado no Departamento de Engenharia Química e Biológica do Instituto Superior Técnico, em Lisboa. “Tenho vários livros publicados na área da Engenharia Molecular”, diz. E, com humor, realça: “Na realidade, os investigadores costumam ter trabalhos publicados em revistas da especialidade, é assim que a ciência funciona”.

Arsénio Fialho gostava ainda que o livro fosse publicado no Brasil: “É o primeiro manual em Língua Portuguesa e no Brasil trabalham-se estes temas. Faz sentido.”

O QUE SÃO E PARA QUE SERVEM O RNA E DNA

O RNA, ou ácido ribonucleico, é uma molécula em cadeia simples cuja estrutura primária se assemelha ao DNA (ácido desoxiribonucleico), o código genético que os seres humanos herdam dos progenitores. Todas as pessoas têm vários RNA no metabolismo celular e estes dividem-se em vários tipos: RNA mensageiro (mRNA), RNA ribossomal (rRNA) e RNA de transferência (tRNA).

No fundo, o RNA tem a missão de transferir a informação do código genético do DNA para a síntese de proteínas e um não funciona sem o outro.

Fonte: CM

Advertisements

%d bloggers like this: