Skip to content

O Círculo

Empowering Communities

Cientistas americanos criaram um teste de sopro para detectar se uma pessoa tem cancro do pulmão.

Ao contrário do que acontecia até aqui, o sistema, criado por médicos da clínica Cleveland, nos Estados Unidos, é pouco maior do que uma moeda, barato e fácil de usar. Os testes de hálito para detectar doenças não é uma novidade, mas as máquinas ´por norma eram caras e só podiam ser manuseadas por especialistas. Este teste é muito mais simples: usa 36 sensores que mudam de cor ao entrar em contato com determinadas substâncias químicas. Isto acontece porque as células do cancro do pulmão liberam substâncias próprias chamadas compostos orgânicos voláteis, que são exaladas.

A pesquisa publicada na revista especializada Thorax, mostra que este sistema foi testado em 122 pessoas com diferentes tipo de doenças de pulmão, estre elas estavam 49 com cancro e 21 saudáveis.O sensor reconheceu mudanças no hálito de três em cada quatro pacientes com cancro, inclusive naqueles que tinham tumores em fase inicial. Estes resultados significam um grande avanço porque geralmente é difícil detectar esta doença no início, quando há mais possibilidades de cura. O kit ainda precisa passar por novos testes antes de ser comercializado.

Advertisements

%d bloggers like this: