Skip to content

O Círculo

Empowering Communities

Decorre até ao próximo dia 28 de Fevereiro, o prazo de apresentação das candidaturas ao Prémio Pitágoras, iniciativa da Sociedade Portuguesa de Matemática (SPM) com o patrocínio exclusivo do Banco Espírito Santo (BES) e o apoio do jornal Público, destinado a premiar as melhores práticas e as abordagens mais inovadoras com sucesso no ensino da matemática.

Esta iniciativa, com periodicidade anual, visa reconhecer publicamente docentes de matemática dos ensinos básico e secundário, público ou privado, independentemente do seu regime contratual de trabalho, com pelo menos 5 anos de ensino, que se distingam pela qualidade excepcional, originalidade e eficácia da sua prática lectiva e, assim, contribuir para estimular uma melhoria no ensino da matemática.

Um dos aspectos mais inovadores deste prémio é o formato de candidatura, a qual terá de ser apresentada exclusivamente através de nomeação por terceiros. A nomeação dos candidatos pode ser feita pelos Conselhos Executivos, grupos de professores, grupos de alunos ou ex-alunos das escolas, Associações de Pais e grupos de Pais ou Encarregados de Educação. A nomeação faz-se através da ficha de candidatura, onde serão identificados os proponentes, o professor proposto, bem como as razões que fundamentam a candidatura.

Para a 1ª edição deste prémio, o juri é composto por:
. Jorge Sampaio Martins, Professor do Departamento de Matemática da Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade de Coimbra;
. Carlos Sá, Professor do Departamento de Matemática Pura da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto;
. Marília Pires, Professora do Departamento de Matemática da Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade do Algarve;
. José Vítor Malheiro, jornal Público, e
. Paulo Padrão, Director de Comunicação do Banco Espírito Santo.
Cabe a este júri, após aceitação das nomeações pelos candidatos, organizar as visitas às escolas, entrevistar cada um dos professores e por fim avaliar todos os dados recolhidos. Terminada esta avaliação será seleccionado o professor a premiar.

Este prémio tem 3 fases distintas:

1 – Recepção das candidaturas
Os processos de nomeação devem ser apresentados até 28 de Fevereiro de 2007. Todos os processos devem dar entrada até áquela data (data de carimbo dos CTT), na seguinte morada:

Sociedade Portuguesa de Matemática
Avenida da República, 37-4º
1050-187 Lisboa, ou em alternativa, através do seguinte endereço de mail:
premio.pitagoras@gmail.com

2 – Avaliação das candidaturas, aceitação das nomeações e entrevistas
O júri do prémio contactará individualmente, por escrito, todos os nomeados e só considerará candidato os que, por escrito, aceitem participar. Depois de estabelecida a lista de candidatos, entre 01 de Março e 31 de Maio, o júri visitará as escolas, entrevistará cada um dos candidatos e recolherá os elementos que entender convenientes para avaliação.

3 – Prémio
Terminada a segunda fase, o júri reunirá para seleccionar o professor galardoado. Durante o mês de Junho, em data a anunciar oportunamente, será divulgado o vencedor desta 1ª edição.

O prémio Pitágoras tem o valor de €10.000. Consistirá no pagamento de um curso de formação/especialização à escolha até um máximo de €5.000 e um prémio monetário de igual valor.

A consulta do regulamento é indispensável para o envio das candidaturas.

Regulamento

Ficha de Candidatura

Advertisements

%d bloggers like this: