Skip to content

O Círculo

Empowering Communities

BRUXELAS (Reuters) – A Comissão Européia adiou “em um par de semanas” a apresentação de propostas para a redução das emissões de dióxido de carbono (CO2) por carros devido a discordâncias sobre o caráter obrigatório ou facultativo das regras.

A Comissão, órgão executivo da União Européia, deveria apresentar as proposta na quarta-feira, junto com outras medidas sobre padrões de qualidade de combustíveis e competitividade do setor automotivo europeu.

Mas houve um choque entre os comissários (ministros) do Meio Ambiente, Stavros Dimas, e da Indústria, Guenter Verheugen. Dimas defende metas obrigatórias, Verheugen se opõe a elas.

Diante disso, o presidente da Comissão, José Manuel Barroso, pediu “um par de semanas” para encontrar “uma abordagem coerente baseada na qualidade”, segundo um porta-voz. Uma fonte próxima ao presidente disse que Barroso defende a legislação de cumprimento obrigatório.

Atualmente, os fabricantes têm o compromisso voluntário de reduzir as emissões de CO2 para 140 gramas por quilômetro até 2008, o que dificilmente vai acontecer. Os fabricantes asiáticos têm até 2009 para cumprir essa meta voluntária.

Dimas quer leis obrigando que as emissões de CO2 dos novos carros vendidos nos 27 países do bloco seja, em média, de 120 gramas por quilômetro até 2012.

in reuteurs 22/01/2007

Advertisements

%d bloggers like this: